quarta-feira, 10 de Outubro de 2007

A fé sem obras está morta

«De que aproveita, irmãos, que alguém diga que tem fé, se não tiver obras de fé? Acaso essa fé poderá salvá-lo? Se um irmão ou uma irmã estiverem nus e precisarem de alimento quotidiano, e um de vós lhes disser: «Ide em paz, tratai de vos aquecer e de matar a fome», mas não lhes dais o que é necessário ao corpo, de que lhes aproveitará? Assim também a fé: se ela não tiver obras, está completamente morta. Mais ainda: poderá alguém alegar sensatamente: «Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me então a tua fé sem obras, que eu, pelas minhas obras, te mostrarei a minha fé. (…)
Assim como o corpo sem alma está morto, assim também a fé sem obras está morta.»


Tg 2, 14-17.26

1 comentário:

Maria João disse...

Esta é uma verdade tão básica e tão difícil de ser aceite...

Lutamos por tanta coisa supérflua. Gastamos tanto tempo em coisas sem importância e não arranjamos tempo para ganhar tempo para Deus e para os outros...

Perdoia-nos, Senhor! Ajuda-nos a ter fé com obras!