terça-feira, 18 de março de 2008

"Jesus abandonado" por Chiara Lubich

«É sempre uma grande descoberta ver que se pode dar o nome de Jesus abandonado a qualquer provação na vida.
Tememos? Jesus na cruz, no seu abandono, não pareceu também temer o esquecimento do Pai?
Deparamo-nos com o desânimo, o abatimento. No seu abandono, Jesus parece Ele também ser invadido pela sensação de Lhe faltar o conforto do Pai e parece perder a coragem para ir até ao fim da sua terrível provação.
Mas Ele diz: ‘Pai, em tuas mãos, entrego o meu espírito’ (Lc 23,46).
Os acontecimentos nos desconcertam? Jesus na sua grande dor pareceu não entender o que Lhe acontecia, pois Ele gritou: ‘Porquê?’ (Mt 27,46; Mc 15,34).
Somos criticados? No seu abandono, o Pai não pareceu aprovar a obra do Filho.
Somos acusados? Jesus na cruz talvez pensou receber uma queixa, uma acusação vinda do céu.
Ao ver suceder-se algumas provações na vida, não nos acontece dizer: isto é demais, está a passar do limites? O cálice amargo que Jesus bebeu no seu abandono não estava cheio, mas transbordava.
A sua provação ultrapassou qualquer medida.
Quando o desespero nos agarra, feridos por um azar imprevisto, uma doença, uma situação absurda, podemos sempre recordar o sofrimento de Jesus abandonado que personificou todas as provações.
Ele está presente em todas as dores. Todo o sofrimento tem o seu nome. (…)
Escolhemos amar Jesus abandonado. Para conseguir, habituamos a chamar pelo seu nome nas provações da vida.
Damos-Lhe assim o nome de Jesus abandonado-solidão, Jesus abandonado-dúvida, Jesus abandonado-ferido, Jesus abandonado-provação, Jesus abandonado-desamparado, e outros mais.
Chamando pelo seu nome, descobrimo-l’O atrás de cada dor e Ele nos responderá com um amor engrandecido; se o abraçamos, Ele será para nós paz, conforto, coragem, equilíbrio, saúde, vitória.
Ele será a explicação e a solução de tudo.»



Nos passos do Ressuscitado,
Chiara Lubich (1920-14 de Março de 2008),
fundadora do Movimento dos Focolares

4 comentários:

joaquim disse...

Belissimo texto, amigo sedente!

O titulo do post "assustou-me" e só depois de ler percebi!!!

Abraço amigo em Cristo

Maria João disse...

Uma Santa Páscoa.
Visita o meu blog e participa na novena da Divina Misericórdia de Jesus.


bjs em Cristo e Maria

C.Jane disse...

lindo esse texto de Chiara tão profundo o modo de viver Jesus abandonado.:}

C.Jane disse...

lindo esse texto de Chiara tão profundo o modo de viver Jesus abandonado.:}