quarta-feira, 2 de maio de 2007

A vida de Nazaré

O Irmão universal, Carlos de Foucauld, assim escreveu:
«Jesus diz-nos: 'Em Nazaré, passo os anos da minha infância, da minha adolescência, da minha juventude… É por vosso amor que levo aí a vida que levo (…). O que é que vos ensino? Ensino-vos a viver do trabalho das vossas mãos para não ser pesado a ninguém, e ter com que dar aos pobres, e dou a este género de vida uma beleza incomparável, que nenhuma outra tem, senão a do trabalhador evangélico, a da minha imitação… os que vivem do trabalho das suas mãos e os que pregando o Evangelho vivem de esmolas imitam-me'.»


Aos leigos da sua associação, ele recomenda:
«Os de entre eles cujo trabalho é sobretudo intelectual deverão juntar a ele, pelo menos durante alguns instantes por dia, um trabalho manual inferior e humilde, para se elevarem por esta imitação do "operário filho de Maria", para viverem alguma coisa do santo Evangelho, para compreenderem o Evangelho, que se compreende não entendendo-o, mas praticando-o.»

«Tenhamos uns pelos outros os pensamentos, as palavras, as acções que estão de acordo com o lar de Nazaré, diante da Virgem Santa e São José, aos pés de Jesus.»

Desta forma, o Beato Carlos de Foucauld faz-nos dizer a Jesus: «A tua vida de Nazaré pode levar-se por toda a parte: leva-a ao lugar mais útil para o próximo.»

4 comentários:

Pe. Vítor Magalhães disse...

"Eu estou sempre convosco, todos os dias, até ao fim dos tempos" (Mt. 28, 20b)

Catequista disse...

"Ide por todo o mundo e ensinai a Boa Nova". Pôr ao serviço daqueles que precisam as nossas mãos, os nossos talentos. Tornar-se pequeno para se elevar.
Um abraço

nahar disse...

Gostei deste teu espaço. também tenho sede, terems que correr sempre em busca da nascente de água viva.

“Fazei o que Ele vos disser”
Que Maria seja então um caminho para atingir a meta. O exemplo de humildade, de prontidão, de entrega, de serviço, de amor...

Ver para crer disse...

Jesus está no meio de nós.
Procuremos estar com Ele.